Arquivo de Notícias Destaque Notícias

Catedral de Criciúma celebra centenário de sua edificação

A data será comemorada com o recebimento das relíquias de dois santos

A edificação da Catedral São José, de Criciúma, no Sul de Santa Catarina, completa cem anos no dia 17 de setembro. A igreja dedicada ao pai adotivo de Jesus foi elevada a catedral há 19 anos.

A igreja passou por uma reforma na parte externa para as comemorações do centenário. As imagens sacras foram restauradas. “As imagens dos santos da catedral foram restauradas e as que tínhamos na parte externa serão imagens novas, que são os quatro evangelistas – São Mateus, São Marcos, São Lucas e São João – e São Pedro e São Paulo. Também voltará a imagem de São José para o nicho que havia lá em cima, vazio”, conta o pároco padre Antônio Júnior.

A catedral ainda receberá as imagens de Santa Terezinha em seu leito de morte e a do Senhor Morto, que serão instaladas em novos altares laterais. Também terá uma imagem do Sagrado Coração de Jesus e uma do Menino Jesus de Praga. “Aqui em Criciúma há uma devoção muito grande ao Menino Jesus de Praga e nenhuma igreja tinha essa imagem”, explica o presbítero.

Interior da Catedral São José (foto: divulgação/Paróquia São José)

Relíquias de santos

Uma missa solene de ação de graças será celebrada no dia 17 de setembro pelo bispo diocesano, dom Jacinto Inácio Flach. A celebração contará com a deposição de uma relíquia no altar.

“Recebemos uma graça bastante grande. A relíquia de São João Paulo II, que será colocada no altar na dedicação da catedral. Vimos como um grande presente de Deus. E se já não fosse bastante, Deus nos presenteou também com a relíquia de Santa Faustina Kowalska, aquela que viu o Coração Misericordioso de Jesus. Por isso, nós também queremos dar graças a Deus!”, declara o padre.

A igreja passou por uma reforma na parte externa para as comemorações do centenário (foto: divulgação/Paróquia São José)

Padre Antônio Júnior afirma que as relíquias que serão recebidas são de primeiro grau. “Do papa João Paulo II é um pequeno pedaço de pano que traz o sangue dele e, de Santa Faustina, um pedacinho bem pequeno do corpo dela”.

A Igreja São José

A primeira igreja foi inaugurada em 1899, era um prédio de madeira. Na época, Criciúma pertencia à Diocese de Curitiba. Em 1907, iniciou-se a construção da segunda igreja, desta vez de alvenaria, que ficou pronta em 17 de setembro de 1917.

Em 1950, foi elevada à igreja matriz. A nave original, estruturada sobre 12 colunas, permanece, assim como a pintura de São José feita pelo artista plástico Willy Zumblick, no teto central.

Deixe um comentário

Translate »