Arquivo de Notícias Destaque Notícias

Devota teria visto Nossa Senhora Aparecida na forma humana

Garota desenganada pelos médicos se recupera após aparecimento de mulher misteriosa

Cada romeiro que visita o Santuário Nacional em Aparecida tem uma história para contar, algumas um tanto misteriosas.

A cozinheira Eliana Moretim Mazero, de Cambé, Norte do Paraná, é um exemplo. Ela voltou ao santuário, mais uma vez, para agradecer uma graça que recebeu há quase 20 anos e que não foi uma graça qualquer.

Em 1999, sua filha Ana Paula, então com sete anos, pegou uma simples gripe e o que parecia um caso comum se transformou em uma grave doença pulmonar, obrigando a menina a ficar internada por 32 dias em um hospital da cidade.

Houve um momento em que a garota foi desenganada pelos médicos que alegaram que havia mais nada a ser feito pela medicina. Ou seja, o caso dela era considerado sem recuperação.

Dona Eliana ficou muito triste com a informação, mas não desanimou. Naquele instante, apareceu para ela uma mulher negra, de estatura baixa, bastante simpática e sorridente, que parecia ser uma enfermeira do hospital. “A mulher disse que se eu tivesse fé, era para eu pedir com todo meu coração. Ela ainda sugeriu que eu fosse à capela rezar”.

E dona Eliana assim o fez. Ela ficou menos de 15 minutos na capela e voltou ao local onde sua filha estava internada. Ao voltar, encontrou uma médica toda feliz, que perguntou se ela acreditava em milagre. Para sua surpresa, a menina havia se recuperado completamente e já estava até pedindo algo para comer. A pediatra que atendia o caso não viu outra explicação: o que aconteceu ali era um verdadeiro milagre.

Pois bem. Curiosa, a dona Eliana quis saber quem era aquela mulher que pediu que ela fosse rezar na capela. E ficou perplexa ao saber que não havia nenhuma funcionária com aquela descrição no hospital e que também não havia passado por lá nenhuma mulher com aquelas características. “Até hoje não sei quem é aquela mulher que apareceu no quarto. E penso: por que não poderia ser Nossa Senhora se manifestando?”, questiona.

No ano seguinte, dona Eliana levou Ana Paula ao santuário em Aparecida para agradecer pela vida de sua filha e prometeu que voltaria com ela de 12 em 12 anos. Elas já estiveram outras vezes no santuário, mas esta foi a primeira vez em um dia 12 de outubro.

A jovem Ana Paula hoje está com 25 anos, demonstra muita saúde e estava feliz por voltar com sua mãe à Aparecida. “Sou muita agradecida porque Nossa Senhora Aparecida me concedeu uma segunda chance de vida e sou devota dela até hoje”, afirma a jovem.

Hoje ela é gestora financeira e se esforça muito para ser uma boa profissional em sua área de atuação.

Deixe um comentário

Translate »